CBBS

IV Festival Nacional de T-BOL 2018

Competição reúne cerca de 300 meninos e meninas, de 6 a 8 anos de idade, no CT/Academia Yakult, em Ibiúna

Jogadores mirins de beisebol de 10 cidades dos estados de São Paulo e Paraná estarão reunidos no próximo fim de semana – dias 3 e 4 de novembro – para o tradicional Festival Nacional de T-Bol – Taça Yakult, que chega à quarta edição. Aproximadamente 300 meninos e meninas, com idades entre 6 e 8 anos, disputarão o torneio no Centro de Treinamento/ Academia de Beisebol Yakult, localizado em Ibiúna, interior de São Paulo.

O objetivo da Confederação Brasileira de Beisebol e Softbol (CBBS) é estimular o gosto pelo beisebol nos pequenos atletas, e o torneio serve como iniciação das crianças para o esporte. “O T-Bol é o primeiro passo para formar um grande jogador. Temos vários atletas brasileiros atuando no exterior e todos começaram jogando T-Bol”, ressalta Ricardo Iguchi, responsável pelo Departamento Técnico da CBBS.

O IV Festival Nacional de T-BOL – Taça Yakult reunirá 16 equipes e aproximadamente 300 atletas das cidades de São Paulo (capital), Atibaia, Indaiatuba, Tozan, Marília, Bastos, Ibiúna, Maringá, Curitiba e Presidente Prudente. A cerimônia de abertura será às 8h30 do sábado (03/11), com jogos em seguida. No domingo (04/11), as competições começarão às 8h30 e, no final, haverá cerimônia de encerramento com entrega de medalhas para todos os participantes. 

Neste ano, as equipes inscritas são Atibaia Azul, Atibaia Branco, Bastos A, Bastos B, Cooper Clube A, Cooper Clube B, Gecebs, Ibiúna, Indaiatuba, Marília A, Marília B, Maringá, Gigante, Nippon Blue Jays, Nova Esperança e Pinheiros.

Este ano teremos a ilustre visita do embaixador do Japão no Brasil, o Exmo. Sr. AKIRA YAMADA e sua comitiva no sábado (03/11) das 11:00 às 13:30 horas. Estará presente também o Prefeito de Ibiúna.

 

O JOGO – No T-Bol, em vez de o pitcher arremessar a bola, usa-se o ‘T’ que fica em cima da base. O rebatedor bate a bola que está no ‘T’ e corre para a primeira base, enquanto a defesa tenta eliminar o rebatedor. Se o rebatedor alcançar a primeira base vira corredor que, depois, tenta alcançar a segunda base, a terceira base e o home. Assim que o corredor completar uma volta faz o ponto.

A defesa tenta eliminar o corredor e, assim que conseguir três eliminações (ou se o ataque fizer 5 pontos), encerra o inning trocando ataque e defesa. O inning termina com 3 outs ou 5 pontos. Todo o lance é interrompido quando a defesa devolver a bola para o técnico. O restante é igual ao beisebol. Segundo Ricardo Iguchi, com essa atividade as crianças podem desenvolver melhor a coordenação motora e a técnica de swing. “O principal objetivo é aprender, desenvolver, gostar, se divertir e jogar com prazer”, enfatiza.

 

SERVIÇO

Centro de Treinamento/Academia de Beisebol Yakult
Local – Rodovia Bunjiro Nakao, km 58,5 – Ibiúna – São Paulo
Datas e horários – 03 e 04 de novembro – a partir das 8h30

Confederação Brasileira
de Beisebol e Softbol

Contato

  • (11) 5034-9904
  • (11) 5034-0262
  • contato@cbbs.com.br

Onde Estamos

  • Rua Visconde de Ourem, 161
  • Jd. Aeroporto - São Paulo - SP
  • CEP: 04632-020